Português
English
Home  >  Notícias
08 de Abril de 2019

Exposição de Desenho dos estudantes do 1.º ano da licenciatura em Design da Faculdade de Arquitetura da Lisboa

António Gedeão, pseudónimo de Rómulo de Carvalho (1906-1997), professor de Físico-Química e divulgador de ciência, dizia ser um plantador de árvores cujas "folhas" todos podem colher, apesar das diferenças. Assim, quisemos que os alunos e alunas do curso de Design da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa colhessem a diversidade vegetal, desenhando as folhas, os ramos, as flores e as árvores, arbustos e plantas nas múltiplas apresentações e sobreposições da Estufa Fria de Lisboa. A partir desses desenhos, os alunos e alunas fizeram depois colagens e composições livres, reinventando outras folhas e paisagens.

O papel nasce do coração das árvores, um outro modo de produzirem folhas. Não há duas folhas iguais no mundo vegetal, como não há dois desenhos iguais nestas folhas de papel. A Estufa Fria guarda e conserva uma parte dessa família imensa mas frágil, cada vez mais ameaçada pelo clima, as agressões ambientais, a destruição pela ação humana. Estes desenhos são também um pequeno gesto de resistência e deslumbre, pois desenhar é ato de amor e de atenção no avesso dessa trajetória destrutiva.
 
* António Gedeão, “Pastoral”, in Poesias Completas, 3.ª ed. Portugália Editora, Lisboa, 1970.




Voltar